The Voice

Busca:

*The Voice S05E13: Agora é ao vivo

Terça-Feira, 05 de Novembro de 2013 | Postado por: @nanymata em Recap

O episódio do primeiro dia de #VoiceTop20 tá aqui e as legendas ficam no @GrupoSubVoice

PREVIOUSLY ON THE VOICE: Um programa de encerramento dos Knockouts sensacional, mostrando que por melhor que o The Voice esteja, ainda é possível melhorar. Após disputas deliciosas, os times finalmente ficaram definidos pra etapa ao vivo do programa. Pela primeira vez, coaches levaram de volta a seus times candidatos que já tinham saído deles, graças ao twist que englobou o STEAL aos knockouts.

Na noite do dia 4, concorrentes do #TeamAdam e do #TeamBlake iriam se apresentar ao vivo pra tentar conquistar não apenas os coaches, como também o público de casa, que passou a ter direito a voto nessa etapa, como bem lembrou Carson. "Vocês têm muito poder em suas mãos", disse o apresentador. PFVR, AMÉRICA, SEJA INTELIGENTE. OBRIGADA, DE NADA.

Antes das apresentações, porém, Christina Aguilera se juntou ao FloRida pra mostrar como é que se faz ao vivo, em "How I feel", single de trabalho do cantor.

Quem lembrou de "Burlesque" ou "Candyman" levanta a mão. o/

Xtina tava toda sexy e mostrando que seu corpo tá beeeeeem diferente daquele de um ano atrás, que nunca fez dela menos linda. Acho que nem preciso comentar que o desempenho dela foi perfeito e não tem nenhum erro - se fosse pra votar, ganharia facilmente como melhor da noite. E os figthers podem comemorar o que parece ser uma despedida do flop oficialmente, a coach vai se apresentar de novo na noite de terça (5).

Enquanto a hora não chega, vamos aos candidatos...

Shelbie Z. foi quem abriu os trabalhos e a música escolhida foi "Fancy", de Reba McEntire. Sei lá o que ela fez entre os knockouts e os Live Shows, mas funcionou muito bem. Já nos treinos, ela chegou muito confiante, disse a Blake que sabia qual música queria cantar e apresentou sua estratégia pra performance.

Não curto o estilo e isso não é segredo pra ninguém que acompanha o blog, mas não dá pra negar que ela mandou muito bem, desde a escolha da música até cada detalhe da presença de palco.

Os coaches ficaram hipnotizados. "Quando você chega nesse palco, você entrega", disse Christina . FATO! Adam -que tava com o cabelo tão vaca-lambeu que até meu avô acharia estranho - disse que só lhes restava elogiar a atuação. Blake tava com aquele brilhozinho no olhar de quem sente orgulho por um de seus pupilos e agradeceu a ela por fazer dele mais esperto. Owwwwwwwwn

Pra seguir em frente, a performance de um dos competidores mais fofos da temporada. Direto dos "Anos 50" para sua TV, James Wolpert, cantando "A Case of you", de Joni Mitchell. Música escolhida por Adam (como é mais comum nessa fase), achei uma opção interessante. Nos ensaios, o coach lembrou que houve falhas na semana anterior e pediu que James fizesse melhor.

Amei a escolha musical especialmente por ter começado suave, quase silenciosa e em certo ponto ter atingido uma explosão vocal, mostrando muito do que James é capaz.

Blake ainda não conseguiu se conformar com a contradição entre visual geek, voz e postura de James. "Você não pode ser um geek e ser tão incrível", brincou. Aprendi na faculdade (#NanyNerd) que isso chama DISSONÂNCIA COGNITIVA, Blake, também sofro desse mal ao assistir James cantando. ~

Christina comentou que a performance foi emocionante, também achei e MUITO! Cee Lo elogiou a canção escolhida. "Você se apresentou de modo controlado e tão elegante que eu não poderia estar mais orgulhoso de você", disse Adam, que tava que nem pai quando vê uma conquista do filho~ ainda mais com aquele cabelo bem pai mesmo. Que tal uma campanha pra voltar a barba e desarrumar esse cabelo? #soudessas

Apenas que Nic Hawk foi cantar "Blurred lines", de Robin Thicke feat Pharrell and T.I., e a escolha PASMEM dessa música foi de Blake. Aliás, a dupla mais bizarra que já passou pelo The Voice é o tradicional coach country e o (pós-)moderno Nic 'Handsome' Hawk. É muita confiança no taco de Nic optar uma música dessas...

Não dá pra olhar pro lado enquanto ele se apresenta. Nic cantou - com falsete, fez o rap que o T.I. faz na versão original (com algumas adaptações próprias), dançou o tempo todo e andou pelo palco todo, como se tivesse a obrigação de usar o espaço delimitado em um ringue durante uma luta. Blake já tava apostando na capacidade que o cara tem de dançar, ele foi lá e fez bem feito.

PERA QUE QUE ME DEU FALTA DE AR SÓ DE DESCREVER O QUE ELE TAVA FAZENDO, VOU ALI BEBER UM ENERGÉTICO E VOLTO JÁ PRA ACABAR DE COMENTAR A PERFORMANCE.

Os coaches AMARAM Nic. Xtina ficou impressionada com a versatilidade e energia que ele tem, enquanto Cee Lo elogiou seu ritmo natural.



Adam: "Você fez tudo que acontece na música e no vídeo. Tipo, menos os peitos, cê sabe..."
Blake: "Meu Deus, você fez tudo que você poderia fazer como um performer. Digo, não consigo pensar um elemento que você poderia - além de peitos - que você poderia acrescentar na performance."

Adam É CLARO lamentou por tê-lo perdido e resumiu Nic em uma frase: "COMO ASSISTI-LO SEM SE SENTIR ENTRETIDO?" - não dá.

Ray Boudreaux escolheu cantar "Home", de Marc Broussard, uma das músicas preferidas de Blake. O que Ray tem de melhor, no entanto, é sua filhinha mais fofa do mundo e o tanto que ele é magia, não a voz.

Foi a melhor performance dele, mas o único lugar em que eu ouviria Ray deliberadamente além da minha cama seria um pub em que eu tivesse tomando uma com meus amigos. Os coaches tavam bem otimistas na noite de ontem e fizeram comentários muito encorajadores pra ele, mas também, é a maior concentração de talentos por metro quadro que esse programa já reuniu, como ser pessimista nesse contexto?

Achei, no entanto, que por mais que eles tenham falado muito, não disseram muita coisa - devem estar cientes de que dessa noite ele provavelmente não vai passar. Aliás, quando descobri que serão OITO eliminados de cara, fiquei #chatiada porque muita gente boa já vai sair. Xtina disse que foi a canção com a qual ele mais se conectou, Blake o parabenizou por difundir um estilo que muitos jovens sequer conhecem - incluindo a música escolhida.

"She talks to angels", de The Black Crowes, foi a música de Austin Jenckes, que continua com seu violão com bandeira dos EUA pra dar sorte conquistar a América. O cara é muito consistente e independente da escolha feita promete entregar um country sólido sempre.

Ele foi... ele! Não vejo muita diferença entre todas as performances feitas por Austin. Se por um lado isso soa como uma crítica negativa, por outra significa que ele está pronto. Os coaches o elogiaram muito, talvez até demais. Cee Lo disse fez o Caetano e disse que a Bahia é linda percebeu que tudo sobre o The Voice é grande - certeza que ele continua envolvido com essas coisas de ExctasNAO PERA. Blake elogiou a vulnerabilidade emocional do candidato.

Nunca achei Grey feia, mas nesse dia reparei melhor o quanto ela é bonita por motivos de ela tava sensualizando no palco. Sei que você não tem nada com minha opinião sobre a beleza dela, então, vamos ao que interessa. A música cantada foi "Still into you", do Paramore.

Teria a escolha da música prejudicado Grey? Tenho certeza de que ela poderia fazer melhor do que fez... Apenas que ficou parecendo uma cantora de casamento e essa não era a intenção de Adam, que está tentando transformá-la em uma rocker que talvez ela não seja. Isso não é algo ruim, tampouco bom, apenas uma conclusão e, falando sobre a apresentação em si, foi apenas boa e a essa altura não basta. Apesar de ter acertado na presença de palco e na técnica, acabou abafada pela canção, faltou energia.

Blake revelou que tinha pensado em roubar Grey, que ele acha incrível. Cee Lo se enrolou todo em metáforas pra dizer algo que eu entendi como "sem alegria", já Adam disse que não poderia estar mais orgulhoso. Pelo entusiasmo~ de todos, eu diria que ela e Ray têm tudo pra irem pra casa na quinta...

Will Champlin é aquele cara que foi pra berlinda em todas as performances e a gente sabe que não foi por falta de qualidade, mas pelas pessoas que enfrentou. POR ISSO, Deus abenções os STEAL. Amém. A música escolhida foi "Secrets", do OneRepublic, banda do mentor dele.

Will é surpreendente e dessa vez apareceu tocando piano que é pra gente morrer de amô. O que mais me chamou atenção foi que nessa de tocar, ele fez de uma das músicas mais batidas de uns anos atrás irreconhecível. Num ritmo mais cadenciado que posteriormente faz um boom que ficou bem legal. Adam chamou Will de iô-iô por ter sido 'roubado' duas vezes e elogiou a performance dizendo que foi o "desempenho de sua vida".

**PRINT ALEATÓRIO**

Ela estava apenas MA-RA-VIL-HO-SA e fofa fazendo anotações sobre os candidatos <3 

Quando digo que Adam Levine é o pior coach com as melhores vozes, as pessoas me criticam. Quero ver argumentos pra defendê-lo com esse cabelo uó depois da escolha de música pro Preston Pohl. "Nothin' on you", B.o.B feat Bruno Mars, o MAIOR erro da noite.

Preston é, sem dúvida nenhuma, talentoso a ponto de ter chegado até essa etapa, mas sua voz rouca não combinou nada com a música de Bruno Mars, chei totalmente forçada, a pior apresentação da noite. Os coaches, que parecem ter sido orientados a elogiar sempre nessa fase, foram só amor pra ele após aquela droga de performance. Blake disse que Preston é um garanhão (MAS HEIN!?)

**GIF ALEATÓRIO**

"Blake, acho que você é um garanhão, cara."

 

Noutro dia, Adam disse que Blake era o garanhão. Quem você prefere? Sou #TeamBlake... hihihi

Cole Vosbury, que foi o dono do single mais baixado entre os 'thevoicers', escolheu uma canção que poderia colocá-lo nesse mesmo lugar. "Maggie may", de Rod Stewart. É Rod Stewart, é amor.

Confesso que quis vê-lo fora, mas achei essa performance delicinha demais. Fiquei surpresa inicialmente pela escolha, que não tem nada de Blues ou Folk costumeiro dele, mas ficou tão doce, suave e agradável aos ouvidos que gostei de ver. Christina mencionou que a grande surpresa é apenas um coach ter e virado pra ele, concordo.

Para fechar a noite, Tessanne Chin optou por uma canção de Jimmy Cliff, jamaicano como ela, "Many rivers to cross". A música é maravilhosa, fala das dificuldades a se enfrentar com a força de vontade - tudo a ver com a participação dela ali - e foi escolhida como uma homenagem à Jamaica.

Tessanne não se esforçou em andar pelo palco, não tava com nenhum instrumento e provavelmente sequer pensou em fazer alguma coreografia, afinal, tudo que ela precisa pra emocionar o público é da voz. Com técnica perfeita e uma conexão com a música de invejar qualquer Whitney Houston, ela foi, cantou e arrasou. FIM

Não precisava nem dos juizes abrirem a boca, era só a gente dar uma olhadinha pra cara deles pra saber o que acharam da apresentação. Adam tava quase chorando, parecendo engasgado. Todos ficaram visivelmente comovidos, até Cee Lo, que vive rindo. E foi assim a primeira noite de LIVE SHOWS.

É claro que não dá pra fazer apostas sem assistir antes ao programa de hoje, mas vamos analisar o TOP CHARTS: Entre os 50 mais baixados dos EUA estão James (o melhor colocado entre os 'thevoicers' e único a ficar entre os 10 do país), seguido de Tessane, Will, Austin, Cole e Ray. Preston está entre os 100. Já Grey, Nic e Shelbie Z não aparecem no TOP100.

Ou seja, o #TeamAdam tem os três preferidos até agora e, se forem eliminados dois concorrentes por time, há grandes chances de Grey, Preston, Nic e Shelbie Z terem feito suas últimas apresentações nessa terça.

Vale ressaltar que ainda pode ser que rolem os salvamentos pelos coaches, mas duvido que o resultado seja muito diferente disso, eu ADORARIA que Ray saísse e Nic ficasse - acho que rola de Nic ser salvo por Blake - mas vamos esperar pelo menos as apresentações de hoje pra especular quem vai pro TOP12, né!?

Enquanto isso, deixem nos comentários suas apostas sobre quem vai cantar o que:

Uma dica...

(Apesar de eu achar que ela vai cantar "Roar".)

*@nanymata Também conhecida como "Lhama", é jornalista e blogueira. Trabalha com ironia, mas tem o coração bão. *USE COM MODERAÇÃO*

twitterfacebookinstagram

Qual time foi melhor?
  • O Aprendiz Celebridades: Ep 17 e 18
  • SURVIVOR: Blood vs Water - Episódio 9 | Paranóia
  • The Voice Brasil S02E01: Recomeçando os trabalhos
comments powered by Disqus